fbpx

Coloque seu celular no modo retrato

São muitos benefícios em ser assinante! Cadastre-se, Deguste sua Edição GRÁTIS e Assine!

Alimentação Dicas para manter alimentação saudável durante a quarentena

A nutricionista Ticiane Bovi dá dicas para manter as refeições saudáveis durante o período de isolamento.

Redação | 16/04/2020

Dicas para manter alimentação saudável durante a quarentena

O novo coronavírus pegou toda a população de surpresa no início de 2020, e para aqueles que vivem com o diabetes é importante entender os cuidados e maneiras de se prevenir do vírus, permanecendo em quarentena e respeitando o período de isolamento. Com isso, as idas a feira e aos mercados diminuem, e a alimentação restrita na quarentena pode ser um perigo para aqueles que precisam seguir um estilo de vida saudável e manter a glicemia controlada.

A momento diabetes já publicou algumas dicas básicas sobre o tratamento e a prevenção ao coronavírus (clique aqui para ler), mas e quando se trata da alimentação, o que fazer?

A nutricionista Ticiane Bovi, deu algumas recomendações para manter o controle glicêmico e a alimentação saudável mesmo durante o período de isolamento, conservando melhor os alimentos e inovando em receitas simples, leia a seguir.

 

Antes da ida ao mercado

 

  1. Faça uma lista dos alimentos que você mais consome no dia a dia e estabeleça a porção habitualmente consumida. Leia esta lista com freqüência! Isso ajuda a identificar e a evitar erros na contagem.
  2. Dedique parte do seu tempo para aprender a usar os aplicativos de contagem, a ler os rótulos e a organizar seu plano alimentar.
  3. Faça um caderno de receitas saudáveis para você usar e incrementar a alimentação durante a quarentena. Assim, quando você voltar para o seu dia a dia, encontrará novas opções de comidas já testadas e aprovadas pela família.
  4. Planeje as refeições e facilite suas compras: Como as idas ao supermercado serão menores, devemos comprar os alimentos não perecíveis (arroz, feijão, farinha, óleo, sal, açúcar etc) na quantidade suficiente para a família, para um determinado tempo. Não há necessidade de grandes estoques.

 

Durante a compra

 

  1. Prefira as frutas, verduras e legumes que durem mais tempo sob refrigeração. Exemplo: abóbora, batata, mandioca, mandioquinha, cenoura, beterraba, abobrinha, cará, inhame. Alguns ainda podem ser congelados em pedados ou alguns ainda a forma de polpa ou purê como: brócolis, couve-flor, abóbora, milho, ervilha, banana, mamão, abacaxi, abacate, morango, acerola e etc.
  2. Use o serviço de delivery para garantir o abastecimento de alimentos saudáveis de hortifrutis de pequenos comerciantes
  3. Carnes – Estas podem ser compradas, separadas em porções e congeladas.
  4. Ovos: sob refrigeração, os ovos têm prazo de validade entre 15 e 20 dias, desde que casca esteja íntegra.
  5. Opções interessantes: sardinha em lata, atum em lata, legumes e leguminosas cozidos no vapor enlatados – Apesar de serem classificados como alimentos processados, estes tem poucos conservantes.

 

Hora da receita

 

  1. Explore os canais de culinária na internet e aprenda com receitas práticas. Elas podem te ajudar!
  2. Mantenha a rotina de refeições, se possível, nos mesmos horários.
  3. Planejamento – Planeje as refeições com antecedência e de acordo com os alimentos que tem na despensa.
  4. Não desperdice – O reaproveitamento dos alimentos neste momento é muito importante. O arroz de ontem pode virar o bolinho de hoje! A abóbora da salada de ontem pode virar a sopa do jantar, e assim por diante.
  5. Na hora do preparo dos alimentos: se você não tem muita prática na cozinha, comece com algo simples!
Compartilhe