fbpx

Coloque seu celular no modo retrato

São muitos benefícios em ser assinante! Cadastre-se, Deguste sua Edição GRÁTIS e Assine!

Alimentação Yes, nós temos banana

***Texto escrito pela Eneida Ramos, nutricionista clínica, funcional e educadora em diabetes, colaborada da revista Momento Diabetes. Texto publicado na edição 12. A partir das marcantes interpretações da cantora […]

Eneida Ramos | 01/06/2021

***Texto escrito pela Eneida Ramos, nutricionista clínica, funcional e educadora em diabetes, colaborada da revista Momento Diabetes. Texto publicado na edição 12.

A partir das marcantes interpretações da cantora Carmem Miranda na Broadway, a banana tornou-se a musa das frutas e um símbolo brasileiro. Fruto tipicamente tropical e popular no Brasil, ela é nutritiva, saborosa, versátil e bastante prática! Vai bem na lancheira dos pequenos, na marmita do trabalhador, no meio da farofa, como recheio do açaí e em diversas sobremesas.

Dá para fazer diversas receitas deliciosas com a banana e nem precisa esperar a fruta ficar madura para colher seus benefícios. É isso mesmo: a banana verde pode ser muito bem aproveitada quando transformada em biomassa. E o melhor de tudo é que ela ajuda a regular o nível de açúcar no sangue. Ou seja, vale a pena conhecer essa grande aliada da alimentação de quem tem diabetes.

Poderoso alimento funcional

A biomassa de banana verde é uma espécie de purê ou creme espesso obtido do cozimento da banana ainda verde, antes de amadurecer. Ela aumenta a saciedade e auxilia no bom funcionamento do intestino, pois possui um carboidrato classificado como amido resistente, que funciona como uma fibra de excelente qualidade.

Por não ser digerido pelo organismo, o amido resistente é considerado um bom inquilino do intestino, agindo como um prebiótico e ajudando na formação de ácidos graxos de cadeia curta, importantíssimos para a saúde intestinal. Podemos dizer que se o intestino está feliz, tudo fica melhor, até o humor, não é mesmo?

Se a parede intestinal está saudável, ela absorve mais vitaminas e minerais, dificultando a absorção de elementos que podem desencadear alergias. Por tudo isso, a banana verde, e consequentemente seus subprodutos, têm sido alvo de estudo de inúmeras pesquisas no mundo inteiro e parece estar relacionada à manutenção da saúde e à prevenção de doenças crônicas, como câncer, doenças do cólon e coronarianas, além da obesidade. Essas características fazem da biomassa de banana verde um poderoso alimento funcional.

Controle da glicemia e do peso

Pesquisadores indicam que o amido resistente deixa a absorção da glicose, e consequentemente a liberação da insulina, mais lenta, evitando picos de glicemia. Por esta razão, o consumo deste tipo de carboidrato está associado ao controle do diabetes e à prevenção da doença.

Incluir a biomassa de banana verde no cardápio também pode ser uma forte aliada no processo de controle de peso, pois reduz a absorção da gordura e do açúcar da alimentação, além de regular a saciedade.

A banana ainda oferece triptofano, aminoácido essencial que ajuda a sintetizar a serotonina, contribuindo para a melhora do humor e trazendo sensação de bem-estar e prazer. Com isso, a vontade de comer alimentos ricos em açúcar e gordura é minimizada.

O que é que a biomassa tem?

Ela é fonte de vitaminas do complexo B, como a B1 (tiamina) e B2 (riboflavina), vitamina C, betacaroteno, minerais, como fósforo, magnésio, cálcio e potássio, além de fibras. Meio copo de biomassa de banana verde, o equivalente a 100 g, fornece:
• 64 calorias
• 0,2 g de gorduras
• 14,2 g de carboidratos
• 1,3 g de proteínas
• 8,7 g de fibra

Uma penca de usos

Por ter um sabor neutro e nada amargo, a biomassa cai bem tanto em preparações doces quanto salgadas. Experimente adicioná-la em sucos de frutas, vitaminas, cremes, mingaus, molhos e smoothies. Ela é ideal para incrementar o caldo do feijão e das sopas ou como base de massa de pães, muffins, bolos, patês e pastas para passar no pão.

A biomassa de banana verde ainda substitui ingredientes como o creme de leite, leite condensado e até a maionese, sendo, por isso, boa pedida para veganos ou pessoas com alergia à proteína do leite de vaca. Oferece maior volume às preparações e ótima consistência aos pratos, além de ser muito útil nas receitas sem glúten, já que promove uma excelente textura e maciez às preparações.

Importante: consulte seu nutricionista para saber como incluir a biomassa no seu plano alimentar e, assim, obter ao máximo dos seus benefícios.

 

Compartilhe