fbpx

Coloque seu celular no modo retrato

São muitos benefícios em ser assinante! Cadastre-se, Deguste sua Edição GRÁTIS e Assine!

Eventos Tecnologia a serviço do cuidado integral do paciente com diabetes

O maior evento internacional sobre avanços no tratamento do diabetes discutiu como a conexão de dados e dispositivos pode assegurar controle glicêmico adequado com maior qualidade de vida.

Sonia de Castilho | 27/09/2021

***Texto escrito pela Sonia de Castilho, colaboradora da revista Momento Diabetes, e publicado na edição 29.

A 14ª edição do congresso do Congresso ATTD (Advanced Tecnologies and Treatments for Diabetes), realizado em junho último, teve uma emblemática sessão de abertura. Dividindo uma bancada virtual no melhor estilo telejornal, estavam os dois idealizadores do evento: Moshe Phillip, diretamente de Tel Aviv (Israel), e Tadej Battelino, falando de Liubliana (Eslovênia). Lado a lado no vídeo, mas separados fi sicamente por mais de 3.200 quilômetros de distância.

Como nos 13 anos anteriores, o ATTD 2021 reuniu as inovações tecnológicas para o tratamento do diabetes. Desta vez, porém, o formato online – comum a todos os grandes congressos internacionais realizados desde o início da pandemia de Covid-19 – emprestou ao evento um caráter simbólico. Durante quatro dias, mais de 3.000 participantes, de 69 países, acompanharam de forma virtual as conferências científi cas e apresentações da indústria farmacêutica. Diversos sotaques, vários fusos horários, muita informação de qualidade.

Quem aguarda para saber quais os novos gadgets irados que apareceram por lá, pode até fi car decepcionado. Mas, acredite, sem razão. Sim, as empresas apresentaram mais do mesmo. Ou melhor: o mesmo sim, porém mais moderno, mais desenvolvido. As bombas de infusão contínua de insulina têm novas funcionalidades, os aparelhos de monitorização contínua de glicose apresentam múltiplas possibilidades de interação, as canetas de insulina (smart pens) estão cada vez mais “espertas” e conversam com monitores de glicemia e aplicativos, criando sistemas integrados de informação e tratamento. Tudo continua a evoluir, o que é sempre uma boa notícia.

Sobretudo, o que o ATTD mostrou foi que o tratamento efi caz para o diabetes depende de estar “tudo junto e misturado”. As indústrias fazem parcerias e desenvolvem equipamentos multicompatíveis. O objetivo é o tratamento adequado para o diabetes, com maior adesão do paciente e melhor resultado no controle da glicemia. Dentro da mesma fi nalidade, está a telemedicina, principalmente a partir das clínicas virtuais, que possibilitam ampla avaliação dos dados obtidos por meio das novas tecnologias, acompanhamento dos pacientes e orientação mais próxima e frequente.

Leia mais da matéria na edição 29 da Momento Diabetes.

Fonte: Revista Momento Diabetes nº 29. Confira na nossa loja virtual.

Compartilhe