fbpx

Coloque seu celular no modo retrato

São muitos benefícios em ser assinante! Cadastre-se, Deguste sua Edição GRÁTIS e Assine!

Alimentação Benefícios do chocolate amargo

Chocolate faz muito bem à saúde e quem tem diabetes pode saboreá-lo. O segredo está no tipo e na porção. A nutricionista Eneida Ramos ensina como escolher.

Eneida Ramos | 06/05/2021

***Texto escrito pela nutricionista Eneida Ramos, colaboradora da revista Momento Diabetes, e publicado na edição 27.

Nas gôndolas de supermercados, lojas e padarias, a enorme variedade do doce mais apreciado no mundo enche os olhos de qualquer um. Chocolates ao leite, meio amargos e brancos há tempos dividem espaço com as versões mais diversificadas, que vão desde a crocante até opções com frutas, castanhas e amendoim.

Tamanha oferta comprova a grande paixão da maioria das pessoas pelo produto. Pode lamber os dedos, pois chocolate faz muito bem à saúde. Quando consumido com moderação e dentro de um plano alimentar equilibrado, o chocolate meio amargo, por ter grande concentração de cacau e maior quantidade de flavonoides, oferece benefícios incríveis à saúde. E para completar, sem prejudicar a glicemia. E tem um plus interessante: o consumo pode até ajudar no emagrecimento.

  1. Fonte de nutrientes: Além de oferecer energia, o grão do cacau fornece os minerais magnésio, cálcio, ferro, cobre, zinco e potássio, e as vitaminas B1, B2, B3 e C. De quebra, ainda entrega proteínas, gorduras, cafeína e flavonoides.
  2. Glicemia sob controle: Um estudo publicado na revista Nutrition, de 2007, mostrou a redução dos níveis sanguíneos de glicose em ratos que receberam a suplementação com licor de cacau por três semanas. Autores de outro estudo divulgado na Journal of Nutrition, em 2008, concluíram que a sensibilidade ao hormônio insulina também foi aumentada após 15 dias do consumo de chocolate amargo, rico em flavonoides. Portanto, o chocolate amargo pode reduzir os níveis de glicose sanguínea, favorecendo a glicemia equilibrada!
  3. Aliado no emagrecimento: Parece até um pouco paradoxal, já que o chocolate está associado ao aumento de peso e as pessoas que querem emagrecer cortam o chocolate da dieta. Entretanto, pesquisadores da Universidade da Califórnia estudaram 1.081 homens e mulheres e concluíram na revista Archives of Internal Medicine que o consumo regular (duas vezes por semana) moderado de chocolate amargo não resulta em ganho de peso, pelo contrário, os indivíduos estudados apresentaram redução do Índice de Massa Corporal (IMC). Os autores não souberam relatar ao certo o mecanismo que resultou nessa redução do IMC. No entanto, considerando os benefícios mostrados pelos outros estudos, vale a pena incluir o chocolate amargo para ser uma opção de docinho do bem!

Leia mais da matéria na edição 27 da Momento Diabetes.

Fonte: Revista Momento Diabetes nº 27. Confira na nossa loja virtual.

Compartilhe