fbpx

Coloque seu celular no modo retrato

São muitos benefícios em ser assinante! Cadastre-se, Deguste sua Edição GRÁTIS e Assine!

Fabiana Couto Amor-próprio e diabetes: uma combinação necessária

***Texto escrito pela Fabiana Couto, colaboradora da revista Momento Diabetes, e publicado na edição 30. O diabetes está presente 24 horas por dia e 7 dias por semana […]

Fabiana Couto | 21/12/2021

***Texto escrito pela Fabiana Couto, colaboradora da revista Momento Diabetes, e publicado na edição 30.

O diabetes está presente 24 horas por dia e 7 dias por semana em nossas vidas e requer muita atenção e cuidados diários. Por isso, desenvolver uma boa autoestima e autoimagem ajuda muito a pessoa a implementar hábitos saudáveis de forma mais consistente.

Mas o que é exatamente o amor-próprio?

Escrevo esse texto hoje de um lugar muito íntimo e pessoal. Coloco um pouco de lado a profissional psicanalista que sou para conversar com você como a Fabiana, diabética tipo 1 desde os 13 anos de idade, que passou por muitos altos e baixos e quase perdeu a esperança em si mesma.

Tive muitos momentos de querer desistir, de negligenciar o diabetes, de priorizar tudo e todos, menos eu mesma e meu tratamento. Passei vários dias sem medir a glicemia, comendo doce escondido, brigando com meus pais porque, na minha visão adolescente, eles estavam sempre “pegando no meu pé”. Também já menti para o médico com medo do julgamento, entre outras coisas que me fizeram muito mal e por algum tempo foram minando minha autoestima.

Aos 27 anos, dei meu grito de liberdade e resolvi mudar, mas essa mudança, claro, não aconteceu da noite para o dia. Foram sementes plantadas diariamente, regando a plantinha do amor-próprio e é sobre isso que vamos falar hoje: como está a sua plantinha? Está crescendo bonita e forte ou está sem água nem luz?

Identificar que minha plantinha estava murchando aos poucos me fez dar essa virada na minha vida e aprender a me amar mais, me respeitar e aceitar o meu diabetes. Ainda hoje percebo que preciso de mais cuidado, que estou me colocando de lado, ou seja, não existe um ponto de chegada em relação ao amor-próprio, por isso penso que ele é uma prática diária que precisamos treinar, assim como ir à academia.

No dicionário, amor-próprio significa sentimento de dignidade, estima ou respeito que cada qual tem por si mesmo. Então, vamos lá? Vamos ver como podemos desenvolver uma relação melhor conosco mesmas e com o diabetes?

Leia mais da matéria na edição 30 da Momento Diabetes.

Fonte: Revista Momento Diabetes nº 30. Confira na nossa loja virtual.

Compartilhe