fbpx

Coloque seu celular no modo retrato

São muitos benefícios em ser assinante! Cadastre-se, Deguste sua Edição GRÁTIS e Assine!

Giro Saúde Trilhões de amigas: equilibrada, a microbiota intestinal garante saúde

***Texto escrito pela Sonia de Castilho, colaboradora da revista Momento Diabetes, e publicado na edição 28. O diabetes começa no intestino. É a ciência quem diz: inúmeros […]

Sonia de Castilho | 07/07/2021

***Texto escrito pela Sonia de Castilho, colaboradora da revista Momento Diabetes, e publicado na edição 28.

O diabetes começa no intestino. É a ciência quem diz: inúmeros estudos, em todo do mundo, associam o desenvolvimento do diabetes a disfunções na microbiota intestinal. Já ouviu falar nela? Pode ser que não, mas saiba que essa tal microbiota é uma parceira essencial, desde sempre.

Microbiota é o conjunto de microrganismos (vírus, fungos e principalmente bactérias) que habitam o trato gastrointestinal. São trilhões deles, de até – estima-se – 2 mil espécies diferentes. Esse montão de bactérias tem uma intensa e variada atividade bioquímica e metabólica, sendo responsável por funções vitais para o organismo.

Uma dessas atividades principais é a imunológica, com a formação de uma barreira contra os microrganismos invasores, potencializando os mecanismos de defesa do hospedeiro (o ser humano) contra os patógenos (agentes agressores).

Essa resposta é local e também sistêmica, modulando o sistema imunológico em todo o corpo. Cabe ainda a esse exército silencioso a absorção de nutrientes e a produção de vitaminas, hormônios e neurotransmissores.

Estudos recentes sugerem que a composição da microbiota intestinal está associada a condições como alergias, doenças cardiovasculares, dislipidemia, processos autoimunes, doença de Alzheimer, além de distúrbios emocionais (ansiedade e depressão), obesidade e, claro, diabetes. O desarranjo no exército de bactérias intestinais parece contribuir tanto para a destruição autoimune de células pancreáticas no diabetes tipo 1 como para os processos inflamatórios que desencadeiam o tipo 2.

Leia mais da matéria na edição 28 da Momento Diabetes.

Fonte: Revista Momento Diabetes nº 28. Confira na nossa loja virtual.

 

Compartilhe