Coloque seu celular no modo retrato

São muitos benefícios em ser assinante! Cadastre-se, Deguste sua Edição GRÁTIS e Assine!

Colunistas Um doce conselho a quem descobriu o diabetes recentemente

Lidar com o diagnóstico de uma doença e ser obrigado a mudar a rotina por completo por causa disso pode ser cansativo, como aguentar tudo isso de uma vez?

| 28/10/2019

Receber o diagnóstico de uma doença já é ruim. O fato dela ser crônica é ainda pior. Ser obrigado a mudar a rotina por completo por causa dessa doença, como aguentar tudo isso de uma vez? Sei que é muito difícil, mas não é impossível. Vou te mostrar como.

Alguns conselhos no início do diagnóstico são imprescindíveis como: ‘’você não está sozinho,tem outras pessoas com a mesma condição que você’’, ‘’sua vida não acabou, tem tratamento’’, ‘’dá pra ser feliz sim com diabetes, você vai ver’’. Porém, o que as pessoas que dão esses conselhos logo de cara não percebem – e garanto que não é de propósito- é que na hora do diagnóstico e nos primeiros dias, você não quer pensar em nada disso. Você só consegue pensar na dor, na confusão, na tristeza, na raiva que a notícia ‘’Você tem diabetes’’ pode trazer.

O que vou te dizer agora é talvez um dos conselhos mais importantes e que você deve levar para toda a vida. Tudo bem sentir tudo isso. Se permita sentir. Chore, grite, esperneie, quebre objetos. Libere todo este sentimento negativo da forma que achar melhor. A vida te derrubou agora, mas você não precisa continuar sentado pra sempre. Caia, mas levante. Você é uma pessoa capaz de se levantar e continuar vivendo. Eu sei disso. Como eu sei? Porque você tem diabetes. E as pessoas com diabetes são vencedoras por natureza.

Temos uma condição de saúde em que o nosso corpo não produz ou não absorve insulina como deveria, mas com a ajuda de um medicamento, conseguimos sobreviver. E só depende da gente. Sei que é uma responsabilidade gigantesca que nem todo mundo está preparado para assumir. E se for o seu caso, peça ajuda. Fale com a sua família, amigos, pessoas em que pode confiar e contar para te ajudar nesse início de jornada, até que você se sinta seguro o suficiente para assumir seu cuidado do diabetes sozinho.

Conhecer pessoas com diabetes também pode ser uma grande válvula de escape da dor emocional que o diagnóstico causa. Trocar experiências com pessoas que têm a mesma condição que você é terapêutico, acredite!

Portanto, tenha esperança. Há vida após o diagnóstico. Há possibilidade de ser feliz, de construir uma carreira, de viajar, de conquistar os seus sonhos. Vamos agradecer que existe tratamento? Para inspirar, aconselho que procure no instagram alguns blogs de diabetes que mostram todos os dias que a diabetes não é esse monstro que falam!

Fico por aqui, beijos doces,

Biabética

Compartilhe