fbpx

Coloque seu celular no modo retrato

São muitos benefícios em ser assinante! Cadastre-se, Deguste sua Edição GRÁTIS e Assine!

Alimentação O que significa FLV e como esse trio ajuda no controle do seu diabetes

O consumo regular de FLV não somente determina nossa saúde atual como possibilita um envelhecimento mais lento, o prolongamento do vigor da juventude e uma excelente saúde na terceira idade, podendo nos proteger de doenças futuras.

Eneida Ramos | 09/02/2021

***Texto escrito pela nutricionista Eneida Ramos, colaboradora da revista Momento Diabetes e publicado na edição 14.

Como já dizia o compositor Jorge Ben Jor, moramos em um país abençoado por Deus e lindo por natureza. A gente até brinca que tudo que cai na terra aqui nasce, não é verdade? Mas vivemos um paradoxo: o Brasil é o terceiro maior produtor de frutas no mundo, porém os brasileiros comem pouco o trio FLV (frutas, legumes e verduras).

O consumo regular de FLV não somente determina nossa saúde atual como possibilita um envelhecimento mais lento, o prolongamento do vigor da juventude e uma excelente saúde na terceira idade, podendo nos proteger de doenças futuras. Quanto maior o consumo de FLV, menor a incidência de câncer, por exemplo.

As FLV são fundamentais na alimentação saudável devido ao valor nutricional que oferecem (vitaminas, minerais, fibras), como também na oferta de compostos bioativos com propriedades funcionais, que devem ser a base da nossa alimentação.

Como diferenciar verduras e legumes?

Verduras = vegetais folhosos. Exemplos: escarola, espinafre, alface, almeirão, rúcula, chicória, acelga, couve, repolho, entre outros.

Legumes = vegetais não folhosos. Exemplos: couve-flor, brócolis, couve-de-bruxelas, rabanete, cenoura, beterraba, vagem, ervilha torta, berinjela, abobrinha, chuchu, tomate, etc.

Esses nutrientes agem de muitas formas no nosso organismo e trazem muitos benefícios, entre eles:
• Redução do estresse oxidativo, que leva a doenças crônicas não transmissíveis, como doenças cardiovasculares, câncer e ao envelhecimento precoce;
• Melhoram o perfil lipídico (gorduras no sangue);
• Melhoram a pressão arterial;
• Fortalecem a imunidade, aumentando a resistência a infecções);
• Aumentam a sensibilidade à insulina, favorecendo o bom controle glicêmico;
• Ajudam a modular o humor, sono, energia, vitalidade, já que participam de muitos hormônios;
• Colaboram com o controle do peso e no combate à obesidade.

No especial Momento Delícia desta edição, trazemos receitas deliciosas para você incluir as FLV no seu dia
a dia. Mas antes, gostaria de sugerir algumas atitudes importantes que podem aumentar ainda mais sua qualidade de vida, afinal, tudo aquilo que consumimos vira energia para o nosso corpo e aposto que você quer um combustível de boa qualidade para sua máquina, certo?

A primeira recomendação é adquirir, sempre que possível, alimentos orgânicos, livres de agrotóxicos e fertilizantes, pois são mais seguros para o consumo.

Vale ressaltar que a importância do consumo de FLV é tão grande para a manutenção da saúde, que é preferível consumi-los não orgânicos do que não os comer.

Prefira legumes, verduras e frutas da estação e cultivados localmente.

Dica de ouro: faça de alimentos in natura, como frutas, verduras, legumes, castanhas, sementes, entre outros, ou minimamente processados à base da sua alimentação.

Diversão nutritiva nas férias

Dezembro e janeiro são meses propícios ao descanso e ao lazer, mas não é motivo para descuidar da alimentação. Se a programação contempla praia, parque ou qualquer outro passeio ao ar livre, aproveite para caprichar no piquenique, levando as frutas picadinhas (melancia, melão e abacaxi, por exemplo) para facilitar o consumo. Esta estratégia ajuda a refrescar seu corpo e trazer nutrientes importantes. Utilize bolsas térmicas para conservar.

Que tal preparar uma sobremesa saudável, refrescante, fácil, divertida e diferente? Espetinho de frutas é uma delas. Pique as frutas, como kiwi, morango, melão, abacaxi e uva sem caroço, e convide as crianças para colocar os pedaços no espeto.

Use o liquidificador e o processador para fazer sucos coloridos com vegetais, como hortelã, cenoura, pepino e verduras verde-escuras. Além de deixar a bebida mais nutritiva, as fibras reduzem a carga glicêmica, bom para o controle do diabetes. Mas atenção: mesmo sendo saudáveis, vale aquela regra de comer com moderação e sempre consultar o nutricionista para fazer os ajustes individuais.

Quanto comer?

O Guia Alimentar para a População Brasileira, lançado pelo Ministério da Saúde, recomenda consumo diário de pelo menos três tipos de frutas, mais de três tipos de legumes e três de verduras. Pensando em saúde e prevenção de doenças, quanto mais variar a oferta desses alimentos melhor.

Exemplo de como incluir no 03 opções de frutas no seu dia a dia:
• no desjejum;
• nos lanches intermediários.

Exemplo de como consumir 03 legumes e 03 verduras:
• nas saladas e nos refogados no almoço e jantar;
• no recheio de lanches;
• como aperitivos: pepino, tomate, salsão, erva doce, rabanete picadinhos são uma delícia!
• no suco funcional.

 

Compartilhe