fbpx

Coloque seu celular no modo retrato

São muitos benefícios em ser assinante! Cadastre-se, Deguste sua Edição GRÁTIS e Assine!

Agenda SBD realiza congresso e.diabetes2021 entre os dias 25 e 28 de novembro

Com programação 100% online, evento terá quatro salas de conteúdo simultânea aos profissionais de saúde. Entre os dias 25 e 28 de novembro, a Sociedade Brasileira de […]

Redação | 23/11/2021

Com programação 100% online, evento terá quatro salas de conteúdo simultânea aos profissionais de saúde.

Entre os dias 25 e 28 de novembro, a Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD) promove o e.diabetes2021, a 23ª edição do seu Congresso, que pela primeira vez será 100% online. Os profissionais da área médica inscritos no evento terão à disposição quatro salas de conteúdo simultâneas que permitem interações em diferentes níveis entre audiência e palestrantes, inclusive com todos os participantes. Entre os destaques das apresentações está a do médico canadense Daniel Drucker que falará sobre as conquistas obtidas a partir da descoberta da insulina, que em 2021 celebra o seu centenário.

De forma inédita, o evento reunirá virtualmente mais de 200 grandes nomes nacionais e internacionais da área e terá, pela primeira vez, uma programação inclusiva e exclusiva para pessoas com diabetes, familiares e cuidadores. Para conferir especialmente essas apresentações, que acontecerão todos os dias, a organização do evento disponibilizou inscrições a valores acessíveis que serão revertidos integralmente na aquisição de cestas básicas a serem doadas às famílias em situação de vulnerabilidade social, por meio de parceria inédita com a Cruz Vermelha São Paulo.

A iniciativa pretende gerar conhecimento e ajudar, por meio da entrega de alimentos, a quem mais precisa neste momento de pandemia. As inscrições podem ser feitas até o próximo dia 25 de novembro.

“Teremos um congresso tecnológico, inovador 100% digital e muito mais democrático”, afirma Domingos Malerbi, presidente da SBD e desta edição do evento. A expectativa é que cerca de 5 mil profissionais de saúde de todas as regiões do País participem do evento, além das pessoas que vivenciam a diabetes e que não são da área.

A seguir estão os principais destaques do Congresso e.diabetes2021

A programação será dividida por trilhas, sendo uma delas especialmente voltada às pessoas com diabetes e interessadas no tema. Haverá também outras direcionadas aos profissionais da área de saúde, com presenças de especialistas internacionais, nacionais e de médicos brasileiros que atuam no exterior.

Conteúdo Científico Multiprofissional

Com mais de duas centenas de convidados nacionais e internacionais, o evento deste ano terá uma novidade que são os dois debates multidisciplinares PPT Free, que acontecem no dia 27 de novembro. Um abordará o “DM1 e adolescência – Resistências e Dificuldades” e o outro será o “SBD Responde – Perguntas da Plateia”. O objetivo da iniciativa é estabelecer diálogos, interações mais eficientes, descontraídas e que estimulem a interação entre todos os participantes de forma homogênea sem a necessidade de estarem “presos” ao tradicional método de apresentação via PowerPoint. Por ser um evento bem tecnológico, haverá também uma trilha científica no estúdio ao vivo e duas trilhas com conteúdo misto, gravado e com debates com participação remota ao vivo, que permitirão aos participantes personalizar as suas agendas ou até mesmo assistir posteriormente todo o conteúdo, proporcionando mais conforto e mais praticidade aos participantes.

Diretrizes da Sociedade Brasileira de Diabetes
Lançadas em junho deste ano, as novas diretrizes da Sociedade Brasileira de Diabetes, que servem de referência aos profissionais da área médica, contarão com cinco blocos exclusivos de forma interativa online no evento.

Painéis com Influenciadores, para pessoas com diabetes e interessadas no tema

Os influenciadores digitais compartilharão experiências sobre a importância da divulgação de informações com responsabilidade, principalmente quando se trata de saúde. Com a velocidade de compartilhamento pelas redes sociais, se deparar com dados sem embasamento científico é um risco. A ideia de trazer formadores de opinião com reputação é auxiliar quem também quer se tornar uma referência em diabetes. A ação com influenciadores complementa uma outra novidade dessa edição do e.diabetes2021, que é a programação dedicada às pessoas com diabetes e interessados no tema, como familiares e cuidadores.

No Dia do Influencer (25/11), o público não profissional que se inscrever poderá participar de talk shows com criadores de conteúdo e aprender como se tornar um influenciador, quais informações são relevantes, onde buscar dados confiáveis e como usar os recursos das ferramentas digitais disponíveis. Trata-se de uma programação que, pela primeira vez, contará com o olhar do paciente e não só do profissional de saúde, do que o médico acha que é interessante para o paciente, mas a partir de um conteúdo elaborado especialmente a partir das necessidades pessoais dos próprios pacientes.

No segundo dia do evento (26/11) estão programadas atividades para crianças, jogos entre pais e filhos e quizzes para envolver as famílias com os temas relacionados à doença de forma divertida e lúdica. Também haverá palestras de pessoas com diabetes que têm profissões de risco, como policial e bombeiro, e bate-papo com atletas brasileiros e estrangeiros sobre a experiência de conciliar a prática de uma atividade física de alto rendimento e os cuidados com uma doença crônica.

O terceiro dia (27/11) está reservado para os assuntos ligados à jornada do paciente, como é a rotina dele desde o diagnóstico até o início do tratamento, as fases nesse caminho de controle e cuidado. Haverá exemplos de pessoas para falar de complicações, tratamento para diabetes tipos 1 e 2, fatores de risco como obesidade e conteúdos que colaborem com a forma de entender a doença e melhorar a qualidade de vida.

No último dia do congresso (28/11), a programação terá duas frentes. A primeira parte vai mostrar como a tecnologia impacta o tratamento com debates entre pacientes e médicos e outros profissionais para explicar formas alternativas de tratar a doença sob os dois pontos de vista, como transplante de pâncreas e rim, cirurgia bariátrica e pessoas que já estão utilizando pâncreas artificial. Na mesma data, os organizadores propõem um papo sobre sexo, álcool e rock n’roll. Haverá espaço para discutir sobre sexualidade com a participação de urologista e ginecologista. Para tratar do uso de álcool a abordagem trará para o centro da discussão a retomada das festas com a desaceleração da pandemia da Covid-19 com convidados que estão voltando a frequentar eventos e pessoas que atuam como promotores para falar da relação das festas com o consumo de álcool num contexto de diabetes.

Premiações

Entrega do Prêmio Atleta da SBD, que reconhece as pessoas com diabetes praticantes de exercício físico e esporte, utilizando seus exemplos na educação e estímulo para melhor controle da patologia. Haverá também homenagens às pessoas que convivem há mais de 50 anos com o diabetes, por meio da entrega de uma exclusiva medalha comemorativa, e a cerimônia do Prêmio SBD de Imprensa, que incentiva e prestigia matérias jornalísticas dedicadas ao universo do diabetes.

Mais informações do evento estão disponíveis no site ediabetes2021.

Serviço:

De 25 a 28 de novembro online

ediabetes2021

Compartilhe