fbpx

Coloque seu celular no modo retrato

São muitos benefícios em ser assinante! Cadastre-se, Deguste sua Edição GRÁTIS e Assine!

Alimentação Transtorno alimentar: precisamos falar sobre isso

Primeiramente precisamos falar que o transtorno alimentar é uma condição que pode acontecer com qualquer pessoa, porém, existe uma probabilidade muito maior de acontecer com pessoas com […]

Fabiana Couto | 19/03/2021

Primeiramente precisamos falar que o transtorno alimentar é uma condição que pode acontecer com qualquer pessoa, porém, existe uma probabilidade muito maior de acontecer com pessoas com diabetes, e, em sua maioria, mulheres. Assim, não feche os olhos para isso e entenda como pode acontecer e o que pode ajudar caso você ou alguém que você ama esteja passando por essa situação.

O transtorno alimentar é considerado um tipo de comorbidade do diabetes, bem como a depressão e a ansiedade, ou seja, essas são condições mais comuns nas pessoas que têm a condição. Dra. Claudia Pieper, coordenadora do Departamento de Educação em diabetes da Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD), afirma: “A presença de um transtorno alimentar na pessoa que tem diabetes, especialmente no tipo 1, é de duas a três vezes mais frequente”.

Além da ciência que respalda esses dados, quero abrir um parênteses e já te contar logo “de cara” que eu escrevo essa matéria não só de uma perspectiva científica mas também bastante pessoal.

Tenho 40 anos de idade e 27 com o diabetes tipo 1 e vivi na pele o transtorno alimentar. Hoje me sinto livre desse sofrimento e ajudo, como psicanalista e nas minhas redes sociais do @movimentodivabetica, muitas mulheres com essa condição a se reencontrarem consigo mesmas e retomarem suas vidas em suas próprias mãos, aprendendo a conviver e superando o transtorno alimentar.

Então, na minha visão e de outras mulheres que você vai conhecer na matéria e na nossa comunidade, é SIM possível conviver de uma forma muito melhor com o transtorno alimentar e viver uma vida muito feliz. Ou seja, não desista, respire fundo, vamos lá! Você não está sozinha.

Leia mais da matéria na edição 26 da Momento Diabetes.

Fonte: Revista Momento Diabetes nº 26. Confira na nossa loja virtual.

Compartilhe