fbpx

Coloque seu celular no modo retrato

São muitos benefícios em ser assinante! Cadastre-se, Deguste sua Edição GRÁTIS e Assine!

Hora do Treino e Comportamento Qual seu nível de afetividade com o exercício físico?

***Texto escrito pelo Jonathan Nícolas Ribeiro, colaborador da revista Momento Diabetes, e publicado na edição 23. Você já se perguntou por que gosta tanto de realizar exercícios […]

Jonathan Nícolas Ribeiro | 10/09/2021

***Texto escrito pelo Jonathan Nícolas Ribeiro, colaborador da revista Momento Diabetes, e publicado na edição 23.

Você já se perguntou por que gosta tanto de realizar exercícios físicos? Espera aí: fazer atividade física não é muito a sua praia? Bom, nesse caso, já parou para pensar por que você não consegue manter uma rotina de exercícios?

Essas perguntas são frequentes na rotina de quem busca um estilo de vida ativo ou até mesmo de quem deseja manter-se fisicamente ativo. Sabemos que o exercício físico é um fator chave para o tratamento do diabetes, juntamente com a terapia medicamentosa, uma boa alimentação, um assertivo apoio psicológico e uma constante educação em diabetes.

Dos 463 milhões de diabéticos diagnosticados no mundo, 60% encontram-se sedentários. É um número bastante alto, não acha? Mas não podemos desconsiderar que várias pessoas com diabetes já possuem uma rotina de exercício físico efetiva e isso traz inúmeros benefícios para a saúde física e mental.

É comprovado cientificamente que a prática de exercícios físicos melhora o controle glicêmico, reduz o índice de massa corporal (IMC), ajuda a prevenir complicações crônicas advindas do diabetes, além da sensação de bem-estar e disposição. Mas a grande pergunta que temos que responder aqui é: o que pode influenciar uma pessoa com diabetes a não se exercitar?

Entre os diversos aspectos que levam à aderência ou não dos treinos, como tempo, conhecimento sobre os benefícios do exercício e modalidade do treinamento a ser praticado, um deles merece destaque: a questão da afetividade.

Quando relacionamos a afetividade no âmbito do exercício físico, podemos considerar a sensação de prazer e desprazer em praticar exercícios. Essa sensação positiva ou negativa ao realizar exercícios pode influenciar o paciente a permanecer ativo ou desistir de uma rotina ativa. Vamos considerar o seguinte: a prática de exercício físico é controlada por fatores positivos ou negativos.

Fatores positivos: ter uma indicação médica ou de um profissional de confiança, gostar de realizar exercícios e possuir uma boa autoestima, entre outros.

Fatores negativos: medo de sofrer uma hipoglicemia durante ou após o treino, insatisfação com a imagem corporal, não adesão aos pilares do tratamento do diabetes etc.

Leia mais da matéria na edição 23 da Momento Diabetes.

Fonte: Revista Momento Diabetes nº 23. Confira na nossa loja virtual.

Compartilhe