Batata-doce já é doce no nome. Será que quem tem diabetes pode saboreá-la?

Segundo a nutricionista Deise Santiago, que tem diabetes tipo 1 e é adepta de uma alimentação variada, equilibrada e saborosa, a resposta é “claro! por que não?”

A convicção de Deise de que a batata-doce não é proibida supera os mitos envolvendo o nome deste delicioso tubérculo. “A batata-doce é boa fonte de fibras e vitaminas e auxilia no controle das taxas do colesterol e da glicose. Apesar do seu teor de carboidrato, ele é liberado lentamente na corrente sanguínea, evitando os picos de glicemia”, explica a nutricionista.

O ideal é não misturá-lo com outros alimentos ricos em carboidratos e consumi-lo na quantidade recomendada para você, ou seja, converse com o nutricionista que te acompanha e peça a ele para incluir a batata-doce no seu plano alimentar. Aproveite os nutrientes deste tubérculo saboroso!

Quer uma dica de receita com batata-doce? Confira na edição 09 da Momento Diabetes essa deliciosa coxinha de frango assada que leva batata-doce na receita. Dica da chef Alena Barros.