A jornalista Bianca Fiori está em Viena, na Áustria, acompanhando o ATTD 2018 e contará todas as novidades do evento

Da redação

No último dia 14 de fevereiro, começou em Viena, na Áustria, o maior evento do mundo na área de tecnologia avançada para o tratamento de diabetes, o ATTD (Advanced, Tecnologies&Treatment for Diabetes) e a jornalista da Momento Diabetes, Bianca Fiori, está lá, acompanhando tudo e postando nas redes sociais as novidades que vêm por aí para tratar a disfunção e aumentar a qualidade de vida dos pacientes.

O congresso acontece até dia 17 e é voltado para médicos e profissionais de saúde. Diversos especialistas brasileiros estão participando, entre eles as endocrinologistas Denise Franco e Karla Melo, conselheiras da Momento Diabetes, os endocrinologistas Mauro Scharf e André Vianna, do Centro de Diabetes Curitiba, a nutricionista do D.O.N.E., Juliana Baptista, além dos endocrinologistas Levimar Araújo, Solange Travassos, Renata Noronha e Eduardo Caliari.

A abertura oficial do ATTD 2018 foi conduzida pelo professor Moshe Philip, diretor do Instituto de Endocrinologia e Diabetes e do Centro Nacional de Diabetes Infantil Schneider, em Israel. Em uma das palestras, foi apresentada a integração do glicosímetro da Roche com o aplicativo My Sugr via Bluetooth, facilitando a leitura das informações. Já no segundo dia, o médico esloveno Tadej Battelino (foto), um dos responsáveis pelos estudos do pâncreas artificial e à frente da DreaMed, apresentou um sistema revolucionário que, interligado ao aplicativo Glooko, é capaz de fazer sugestões para ajustes nas doses para insulina basal ou bolus, promovendo um controle glicêmico mais apurado com menos hipoglicemia e hiperglicemia. É a inteligência artificial também dominando área da saúde.

Por sua vez, a médica americana Jennifer Sherr apresentou o glucagon nasal, cujo lançamento está previsto para este ano nos EUA e Europa. Olha que legal: o hormônio usado para corrigir uma hipoglicemia severa agora terá a versão em spray – fácil de aplicar e transportar, pois não precisa ficar na geladeira.

O Congresso está mostrando também que contar carboidratos tem se tornado cada dia mais fácil! Um aplicativo desenvolvido por uma startup americana filma o alimento por cima e pelas laterais (para saber o volume dele), confirma a informação e depois de dois minutos mostra na tela a gramatura e a tabela nutricional dos alimentos fotografados. A diferença de gramatura do alimento real para o da foto é bem pequena, de 10 a 15%, já a praticidade é bem grande! Nossa torcida é para que o aplicativo receba os investimentos necessários para ser lançado em breve.

Quer saber mais sobre as novidades? Acompanhe as redes sociais da Momento Diabetes!

www.facebook.com/momentodiabetes

instagram/momentodiabetes

Patrocinadores: