O diabetes pode afetar a relação de diversas atividades cotidianas, inclusive o sexo

As atividades do cotidiano, mesmo com a glicemia equilibrada, são afetadas pelo estresse, pela correria do dia-a-dia e pelo cansaço, o que pode resultar em desanimo ou falta de disposição. O descontrole da glicemia, então, afeta ainda mais quem tem diabetes, somando-se aos fatores que não tem nada a ver com a disfunção. Muitas vezes, justamente pela quantidade de elementos desgastantes do dia, as pessoas não associam o diabetes com a falta de disposição.

A vontade de estudar, de praticar algum esporte, de realizar tarefas domésticas, sair com os amigos e até mesmo a vontade de fazer sexo são só alguns dos elementos que podemos citar que são afetados pelo diabetes. Essa situação é mais comum para quem está com a glicemia descompensada, mas a libido, que estimula não só a vontade de se relacionar sexualmente, é afetada sim pela disfunção e por fatores estressantes do dia-a-dia.

A psicóloga Carla Cecarello, sexóloga e mestre em Ciências da Saúde pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), alega que tanto para homens quanto para mulheres com ou sem diabetes, a libido pode ser afetada pela vida pessoal e que “é preciso considerar a questão emocional também e não sair colocando a culpa logo de cara no diabetes”.

É preciso analisar, além da disposição pessoal do indivíduo, fatores orgânicos diretamente ligados à saúde do corpo, como envelhecimento, colesterol elevado, hipertensão, mudanças hormonais, entre outros, que podem reduzir a disposição da pessoa. Estes fatores podem se relacionar com o diabetes, especialmente com o avanço da idade.

“Com o passar do tempo, o diabetes afeta profundamente a estrutura dos vasos sanguíneos, principalmente do endométrio, camada que reveste internamente o útero. Isso compromete a vasodilatação e a vasoconstrição, importante no metabolismo e na função sexual”, explica a ginecologista Flávia Fairbanks, professora da Faculdade de Medicina do Hospital das Clínicas da USP. O cuidado com o diabetes é essencial para manter o sistema imunológico em ordem e não prejudicar as mudanças hormonais do corpo. Assim, mesmo que o diabetes não seja o causador da falta de disposição, ele pode interferir quando está descontrolado.

Este conteúdo faz parte de uma matéria sobre Sexo presente na edição 5 da revista Momento Diabetes. Compre aqui a sua.