A enfermeira pediátrica Claire Pesterfield, diabética tipo 1, trabalha na instituição sem fins lucrativos Medical Detection Dogs, em Cambrigde, no Reino Unido, e diz que já foi salva pela labradora Magic em várias ocasiões. “Um dos eventos mais marcantes foi quando a Magic ficou latindo a cada 20 minutos para me alertar que meu nível de glicose estava baixo. Eu estava sozinha em casa e poderia ter caído inconsciente. Enquanto minha glicemia não estabilizou, a Magic não parou de latir. Ela salvou minha vida”, relata.

No Brasil não há instituições como a D4D e a Medical Detection Dogs, mas algumas Organizações Nâo Governamentais (ONGs) treinam cães para acompanhar pessoas debilitadas ou com necessidades especiais. O Instituto Cão Terapeuta é uma delas. Foi criado em agosto de 2013 e conta com 54 cães terapeutas e seus donos, além de 24 adestradores e dez voluntários. Os envolvidos no programa fazem visitas quinzenais, semanais e esporádicas a várias associações que cuidam de crianças, adolescentes, adultos e idosos enfermos, carentes ou portadores de alguma deficiência física ou intelectual. Além da ONG, atuam na mesma linha o Projeto Pêlo Próximo, Cão Terapeuta, Cão Inclusão e Cão Ideal.

Baseados na Zooterapia, diversos benefícios já foram comprovados nos pacientes que entram em contato com os animais, como a diminuição da pressão sanguínea e cardíaca, melhora no sistema imunológico, evolução na capacidade motora e na memória e aumento da autoestima. A convivência entre humanos e caninos estimula a interação social, traz uma sensação de calma aos pacientes, o que resulta, em alguns casos, até na diminuição da quantidade de medicamentos. Uma relação de muito afeto e lambidas.

Sites interessantes:

Nacionais

caocidadao.com.br/projetos

cao-terapeuta

caoinclusao.com.br

caes-de-servico

caoideal.com.br

caoterapeuta.com

peloproximo.com.br

Internacionais

dogs4diabetics.com

medicaldetectiondogs.org.uk

assistancedogsinternational.org

 

Este conteúdo faz parte da matéria Anjos de 4 patas, que saiu na edição 5 da revista Momento Diabetes. Compre aqui a sua para ler a matéria completa.