Com o calor voltando é importante tomar alguns cuidados para que a temperatura alta não prejudique a insulina

 

A insulina deve ser manuseada e armazenada com cuidado, principalmente no verão, pois temperaturas muito altas podem interferir na eficácia do hormônio. “Mesmo sendo sintética, a insulina em frasco é uma proteína que sofre alterações em sua forma original com a adversidade de temperaturas”, explica a farmacêutica e educadora em diabetes, Mônica Lenzi, criadora do site Diabetes & Você.

Mônica compara a insulina a um ovo de galinha, cuja forma e efeito mudam de acordo com a agitação, as alterações climáticas e a exposição ao ar. Porém, no caso do ovo, temos uma noção maior dessas transformações de causa e efeito, pois elas são visíveis. Com a insulina, não. Por essa razão, os cuidados devem ser redobrados também.

Depois de aberta, a insulina pode ser mantida em temperatura ambiente, desde que o calor não seja superior a 30 °C e deve ser utilizada em até 28 dias. As agulhas devem ser retiradas e descartadas após o uso, para que não entre ar ou haja contaminação do frasco.

O transporte

Ao transportar a insulina, acomode-a em um isopor ou bolsa térmica, certificando-se de que ela fique estável dentro do recipiente, pois a agitação também pode ser prejudicial.

Nunca deixe-a exposta a fontes de calor, como o sol, lâmpadas incandescentes ou equipamentos eletrônicos que aquecem, e tome cuidados extras nos dias mais quentes, quando a temperatura ambiente for superior a 30 °C. Nesses dias, pode-se até mesmo usar gelo em gel dentro do isopor ou da bolsa térmica para o transporte, mas tome cuidado para que o gel não encoste diretamente no frasco para não congelá-lo.

Em casa

Insulinas que não estão em uso, ainda fechadas, devem ser mantidas na geladeira, preferencialmente longe do congelador (para não congelar) e da porta, onde sofrerá grandes variações de temperatura. O local ideal, segundo Mônica Lenzi, é na prateleira mais próxima à gaveta de frutas, já que ali a intensidade da refrigeração é mais baixa e a temperatura é mais estável.

As consequências de armazenar mal a insulina

A insulina que não é armazenada com esses cuidados pode perder seu efeito de ação. Assim, não será capaz de transportar a glicose ingerida para dentro das células e não será efetiva no controle glicêmico.

No blog da Mônica Lenzi, você pode encontrar essas e outras informações sobre os cuidados com a insulina, esse hormônio essencial à vida.