O diabetes existe há séculos e o tratamento foi evoluindo com o passar dos anos. Ainda bem! Confira algumas curiosidades dessa história

 

Conhecer um pouquinho a história do diabetes nos ajuda a entender como o tratamento evoluiu muito ao longo do tempo. Embora a cura ainda não tenha sido descoberta, os avanços na terapia nutricional e medicamentosa são incríveis e possibilitam uma qualidade de vida muito melhor do que décadas atrás para milhões de pessoas.

Exemplos dessa evolução são a forma de diagnosticar e de medir a glicemia. Antigamente, suspeitava-se de diabetes quando havia formigas no xixi do paciente, que eliminava açúcar rapidamente pela urina. A suspeita era confirmada associando esse fato a outros sintomas, como perda de peso e desnutrição (resultado da poliúria). Mas a esta altura e sem tratamento adequado na época, o paciente já está muito mal e com pouca expectativa de vida.

Hoje, exames de sangue são feitos em casa, por meio de aparelhos chamados glicosímetros que mostram em poucos segundos o nível de açúcar no sangue e o diagnóstico é confirmado em hospitais e/ou laboratórios. Com essa rapidez e precisão nos aparelhos de medir glicemia¸ além da descoberta da insulina e de medicamentos para controlar o diabetes, o paciente pode conviver bem com a disfunção e ter qualidade de vida.

A história é mais extensa. Para saber mais, confira nossa Viagem ao Passado nas Edições 1 e 2 da Revista Momento Diabetes. Compre aqui.