Tabelas Nutricionais: trazem o total de carboidratos e de outros nutrientes contidos nos alimentos. Estas tabelas são utilizadas principalmente pelos nutricionistas para calcular os planos alimentares. Ex: Tabela de Composição de Alimentos (TACO) da Universidade Estadual de Campinas.

Tabelas de contagem de carboidratos: elaboradas com o auxílio das tabelas nutricionais, geralmente relacionam o alimento, a medida caseira (copo, colher, xícara), a quantidade em gramas do alimento e a quantidade em gramas de carboidrato presente na porção do alimento.

Aplicativos de Celular
Ajudam a computar a quantidade de carboidrato. Alguns ainda calculam o bolus de alimentação (quantidade de insulina necessária para metabolizar o total de carboidratos da
refeição) e o bolus de correção (quantidade de insulina necessária para corrigir hiperglicemia pré-refeição).

  • Específicos para a contagem de carboidrato: como o Glic (antigo GlicOline), Glicocare, Minsulin e My Sugr.
  • Específicos de dieta: úteis para descobrir as informações de um determinado alimento ou preparação. Exemplo: Fat Secret e Tecno Nutri.
  • Para crianças: aplicativos lúdicos que auxiliam os baixinhos a diferenciarem alimentos que contêm carboidrato e quando contar.
    A Medtronic, porexemplo, disponibiliza Lenny (Contando Carboidratos com o Lenny).

Manual da Sbd
Em 2016, a Sociedade Brasileira de Diabetes lançou o manual de contagem de carboidratos bastante ilustrado e didático. Ele traz uma lista extensa de alimentos, além de informações importantíssimas sobre o método e dicas que podem facilitar no dia a dia, por exemplo, como utilizar a própria mão para estimar a medida da porção.
Disponível em PDF para download gratuito: bit.ly/manual_da_SBD