Até nos produtos salgados ele está presente. Por isso, muita atenção nos rótulos!

Não é porque um alimento é salgado que ele seja isento de açúcar. Alguns produtos são feitos com alimentos que contêm carboidratos, nutriente que, quando metabolizado, dá origem à glicose, uma das formas mais simples de absorção dos açúcares. O molho de tomate, por exemplo, tem como principal componente o tomate, que possui carboidrato.
Da mesma forma, o pão e o biscoito água e sal, que são feitos de farinha de trigo, cereal rico no nutriente. Para não cair nesta pegadinha, é fundamental ler o rótulo do produto, tanto a parte da tabela nutricional, onde estão descritas as quantidades de carboidrato, proteína, gordura, sódio e etc., quanto a relação dos ingredientes, cuja lista é organizada da seguinte forma: aquele que vem em maior quantidade, seguido daquele que está em menor quantidade, sucessivamente.
“Logo, se o primeiro ou segundo ingrediente de um produto for açúcar, mesmo que tenha sido citado com outro nome, significa que aquele alimento oferece uma grande quantidade de açúcar na porção que será consumida”, explica a nutricionista Ticiane Gonçalez Bovi, mestre em Clínica Médica pela Universidade de Campinas (Unicamp).