Varie o máximo possível o lanche de seu filho. Para isso, combine os quatro grupos alimentares:

Grupo 1: Uma porção de alimentos ricos em carboidratos, que fornecem energia para as atividades diárias. Sugestão: pães, biscoitos e/ou bolos simples, sem recheio, diet e integral.

Grupo 2: Uma porção de alimentos que ofereçam proteínas, fundamentais para o crescimento. Sugestão: queijos brancos e magros, como minas, frescal, cottage e muçarela, que podem servir de recheio para o sanduíche.

Grupo 3: Uma opção de bebida. Sugestão: sucos naturais, chás adoçados com sucralose ou estévia ou sucos de baixo índice glicêmico, como limão, maracujá, caju e acerola. Atenção: sucos concentrados, como uva, manga e laranja, elevam a glicemia rapidamente. Dilua-os com água e não adicione açúcar.

Grupo 4: Uma porção de alimentos ricos em fibras, vitaminas e minerais. Sugestão: frutas ou vegetais, incluídos no sanduíche. Evite as frutas de alto índice glicêmico, como manga, mamão, caqui, ameixa preta, melancia, melão e uva roxa.

Uma garrafinha de água não pode faltar na lancheira do aluno. Manter-se hidratado é de extrema importância, principalmente para quem está em idade escolar e gasta bastante energia durante o dia.

 

*essa matéria é parte da revista Momento Diabetes, ed. 03, que pode ser adquirida aqui: bit.ly/momento03